Petição entregue no Parlamento defende integração dos precários do CHO

Categories: Sociedade.

Fev 17, 2017 // By:Dept. Informação // Ainda não comentaste

Petição entregue no Parlamento defende integração dos precários do CHO

Mais de mil pessoas defendem a integração nos quadros do Centro Hospitalar do Oeste de 180 trabalhadores precários numa petição, que foi entregue esta semana na Assembleia da República.

A petição foi entregue com 1310 assinaturas a pedir à Assembleia da República que “desencadeie as ações necessárias para a contratualização e integração direta de todos os trabalhadores precários do CHO”, refere a petição.

O movimento que representa estes trabalhadores reuniu-se com vários grupos parlamentares. De acordo com a porta-voz Carla Jorge, o PS remeteu a resolução do problema para a Autoridade para as Condições de Trabalho ou para quando o CHO alterar o seu estatuto para Entidade Pública Empresarial, facilitando assim a contratação. PSD manifestou-se preocupado e defendeu que o Governo tem de dar resposta ao caso destes trabalhadores, sem contudo apresentar soluções. Bloco de Esquerda, Verdes e PCP defenderam que o CHO deve contratar os trabalhadores e não promover o recurso a empresas de prestação de serviços, por considerarem que “a precariedade prejudica a qualidade dos serviços de saúde e configura também uma situação de má gestão dos dinheiros públicos”.

Os 180 trabalhadores, na sua maioria auxiliares, desempenham funções essenciais ao normal funcionamento dos hospitais de Torres Vedras, Caldas da Rainha e Peniche, alguns dos quais há quase 20 anos.

Trabalham em serviços como a urgência ou serviço de medicina, ortopedia, maternidade, cirurgia ou pneumologia, onde estão sujeitos a hierarquias.

Contudo, não têm qualquer vínculo laboral com o Centro Hospitalar do Oeste, uma vez que são contratados por uma empresa de prestação de serviços.

Para estes trabalhadores não há dúvidas: se o Governo acabar com a precariedade no CHO vai poupar milhões de euros e melhorar a qualidade do Serviço Nacional de Saúde, em benefício dos utentes.

Por serem subcontratados, não aceitam terem sido excluídos do relatório da precariedade no Estado que o Governo divulgou há cerca de duas semanas.
 

outras notícias
Casal detido por furto a residência na Ericeira
Casal detido por furto a residência na Ericeira A GNR deteve, na Ericeira um casal, de 24 e 34 anos, suspeito de furtos no interior de residência, onde entrou através de ...
READ MORE
Queda de parapente faz um ferido grave na praia de Santa Rita
Queda de parapente faz um ferido grave na praia de Santa Rita Um praticante de parapente caiu este domingo à tarde nas arribas da praia de Santa Rita, no litoral do ...
READ MORE
Precários do Centro Hospitalar do Oeste em greve
Precários do Centro Hospitalar do Oeste em greve Os Precários do Centro Hospitalar do Oeste vão juntar-se esta sexta-feira à greve nacional prevista para o sector da saúde. Os cerca de ...
READ MORE
Colisão na EN9 provoca um ferido grave e dois ligeiros
Colisão na EN9 provoca um ferido grave e dois ligeiros Uma colisão frontal entre dois automóveis ligeiros fez hoje um ferido grave e dois ligeiros, pelas 08:00 horas, na estrada nacional ...
READ MORE
Incêndio urbano faz um morto em Alenquer
Incêndio urbano faz um morto em Alenquer Um incêndio numa habitação fez provocou esta semana um morto, em Pereiro de Palhacana, Alenquer. Chegados ao local, os bombeiros depararam-se com um incêndio já ...
READ MORE
Casal detido por furto a residência na Ericeira
Queda de parapente faz um ferido grave na
Precários do Centro Hospitalar do Oeste em greve
Colisão na EN9 provoca um ferido grave e
Incêndio urbano faz um morto em Alenquer

Related

deixe um comentário :

O seu email não será publicado.